sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

de de

O parto do Miguel

Oie!

Seja bem vinda!

Vou falar hoje sobre minha primeira experiencia sobre parto: O parto do Miguel, meu primeiro filho!

Miguel nasceu com semanas. Eu fiz meu pré-natal pelo SUS  e pelo Particular ao mesmo tempo (meu plano demorou a liberar meu parto, fiquei com medo e resolvi garantir no SUS).Na últimas consultas, a obstetra do particular me induzia a escolher a cesárea e o obstetra do posto me garantia que eu tinha todas as condições para um parto normal. Desde que soube que estava grávida, quis o parto normal.
Mas chegou a um ponto que ela me relatou vários motivos para ser cesárea:

* Que eu teria a certeza que seria ela a fazer meu parto, pois como não estaria marcado ela poderia estar em outro parto no momento;
* Que eu não precisaria correr de madrugada para um hospital e escolheria o horário do parto;
*E que o parto seria menos doloroso.

Em fim, fez várias afirmações para me persuadir. No fim já tinha concordado com a cesárea. Marcamos para uma segunda feira, dia 27 as 15h. A doutora tinha uma outra cesárea neste dia no mesmo hospital. No dia 23 tive minha última consulta e passei pelo TOQUE. Ela disse que meu útero estava fino e que era para eu aguardar. Saí da consulta com um pequeno sangramento. Ela disse que era normal. No dia 24 continuei a sangrar. A intensidade foi aumentando durante o dia.Tentei ligar para ela, mas não conseguia de jeito nenhum. Até que a noite eu e meu marido fomos ajeitar as coisas para deixar tudo em ordem para o nascimento do Miguel. Na madrugada de 24 para 25 não conseguia dormir direito. Sentia umas cólicas incomodas.  Virava de um lado para o outro e nada. E como estava com um pequeno sangramento (era uma água rosada em pouca quantidade) e era bem cedo, umas 4h30min da manhã, acordei meu marido calcei um chinelo e falei para ele me levar ao médico. Fomos a maternidade pública que era perto da minha casa. Pensei comigo: vou lá, eles me dão um remédio para esse sangramento e consigo aguentar até a cesarea. Até porque sempre ouvi dizer que você só fica em hospital público se realmente a cabeça do bebê já estiver aparecendo. 
Para minha surpresa, não me deixaram sair de lá. Disseram que ao primeiro sangramento já devia ter ido ao hospital. Entrei em pânico naquela hora. Comecei a lembrar dos videos de parto que assistia no YOUTUBE. 
Troquei de roupa. Fui para a sala de parto e me disseram que o bebê nasceria naquele dia e que tudo corria para um parto normal. 

O PARTO

Para meu pânico total, ouvia outras grávidas berrando, gritando e xingando os médicos. Eu sentia dor, mas não me descabelei. A dores não são continuas. Elas vem a cada meia hora, a cada quinze minutos e não duram mais que 1 minuto. Para aliviar tomei banho quentinho. deitei um pouco, caminhei. Fiz tudo isso sem a bolsa ter estourado. Uma enfermeira estourou. Quando de repente veio uma contração e uma vontade imensa de empurrar. Perguntei: Moça que que eu faço, quero empurrar?. Ela responder: então vamos empurrar. A contrações vinham a cada três minutos (eu acho). E essa é a hora crítica. O medo, me fazia lutar para não empurrar, mas meu corpo empurrava o Miguel. O psicológico é seu pior inimigo nessa hora. Fique calma. Um médico ajudou empurrando minha barriga com as mãos e em três tentativas Miguel nasceu. Esse momento não durou mais que 10 minutos e até hoje não entendo porque de tantas mulheres ficarem fazendo escândalo no hospital (não é pra tanto).A dor é de prisão de ventre ou de cólicas menstruais. 
Miguel nasceu com 51cm e pesando 3,500kg. A dor passa instantaneamente após o bebê sair. E vem uma fome absurda depois.
Na hora que estava subindo para o quarto desmaiei e aí veio um problema, que conto no próximo post!!





NÃO SE ILUDA, PARTO NORMAL É MELHOR PARA VOCÊ E PARA SEU FILHO. VOCÊ NÃO PODE DECIDIR QUANDO ELE DEVE NASCER, ELA NASCERÁ NO MOMENTO QUE ESTIVER PRONTO. DEIXE AS COISAS FLUÍREM E CURTA O MOMENTO.

6 comentários:

  1. Lindo seu bebê, Deus abençoe vocês!
    Ainda não sou mãe mas também penso em ter parto normal, apesar de todo terror psicológico que fazem quando a gente diz que quer parto normal.

    Beijos

    karinanopaisdasmaravilhas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Relaxa! Parto normal não é nehum bicho de 7 cabeças e nem faça como eu , que ficava assistindo videos de parto no Youtube.
      E sempre vai aparecer alguém para te contar uma historia horrivel que aconteceu com uma prima, uma vizinha,uma cunhada.
      Apenas curta o momento.

      Excluir
  2. Tive 3 partos normais e posso te garantir que em cada um a dor foi de uma intensidade diferente.Alguns são mais simples,outros não.
    Lindo seu bebê,que Deus abençoe essa nova familia.
    Bjus

    A Negra e seus Tons

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tive dois filhos de parto normal! O segundo eu achei bem mais tranquilo, acho que eu estava mais relaxada, mais preparada. Não tinha a insegurança da primeira vez!
      E se tudo der certo farei parto normal novamente!

      Bjks

      Excluir

 

Publicidade

http://ads.egrana.com.br/indica/51223